Vamos

domingo, dezembro 27, 2009

Parvalheira encantada



O blogue Portugal dos Piqueninos ilustra bem em que país vive o Sr. josé Socrátes.
Cá para mim a unica solução era tirar-lhe todas as mordomias e fazê-lo viver um ano com ordenado minimo. Mudar-se da Braancamp para o Monte da Caparica, comprar o passe e ir trabalhar todos os dias para a Rocha de Conde Óbidos como ajudante de estivador.
Talvez aprendesse que o Portugal que apregoa não é para nós todos é só para alguns.

sábado, dezembro 19, 2009

O reino dos otários



A Otarinha vive muito tristinha no país dos Otários.Coitadinha é
"Só-Máguas"...
O Rosinhas vive feliz no País das bananas porque tem um jardim.
A Otarinha tem medo dos policias mas estes são bonzinhos e sossegam-na: Não tenha medo Otarinha, vamos brincar ao faz de conta, ora conte lá o que sabe?
Ai sim? foi ele que mandou?
Vai para a prisão até o Rosinhas tomar banho, depois até vai poder ir brincar para o jardim dele, andar de baloiço, sentar no banquinho de madeira e comer muitas bananinhas.
No entanto para que possa lanchar tem que estar caladinha e portar-se muito bem senão o Rosinhas dá tau-tau. Entretanto o pessoal da limpeza encarrega-se de limpar a cagada que lhe mandaram fazer, não se preocupe.


Aviso:
Não carreguem no video,não dá nada,cambada de otários...

quarta-feira, dezembro 09, 2009

A caridade



Chegou a época de sermos bonzinhos,solidários e repartir com os coitados dos pobrezinhos.
Começaram as campanhas de solidariedade que apelam ao nosso coração e que por muito sérias que sejam soam-me sempre a caridadezinha.Tenho visto de tudo e sem querer pôr em causa a vontade de quem nelas participa,há coisas que não fazem sentido.Como quer um governo contribuir para o bem estar dos seus cidadãos se é prioritário um computador em vez de maternidades bem equipadas? Para haver mais ventiladores nos blocos de partos tem que se apelar à boa vontade dos cidadãos,isto é vergonhoso!
Que tal acabar com meia duzia de assessores?
Quero viver num país onde todos os cidadãos tenham direito a uma vida digna sem que seja preciso recorrer a peditórios.

segunda-feira, novembro 30, 2009

Pastéis de Nata Chineses



Os pastéis de nata triunfam na China.

É hoje noticia que uma multinacional norte-americana faz sucesso por toda a China com os nossos pastéis de nata.Ao que parece a receita terá vindo de Macau acerca de uma decada,com o nome de "pu shi dan ta" que significa "tarte de ovo de estilo português.
Quando estive em Macau fui encontrar nos arredores mais concretamente em Coloane uma pequena pastelaria,propriedade de um inglês,que vendia os ditos pastéis.Comprei mas francamente o sabor era muito diferente dos nossos.
Isto tudo para dizer que até na divulgação dos nossos produtos,os estrangeiros nos ultrapassam.Gostava de saber qual é o trabalho da maioria das camaras portuguesas de negocios,em prol da promoção dos produtos nacionais.
Pela minha parte estou a pensar em criar um franchising de pastelinhos de bacalhau,caldo verde e vinho verde.Começaria o negócio com carrinhos,como os dos hot-dog,pelas ruas de Nova Iorque.Aceitam-se parcerias.

domingo, novembro 29, 2009

O Governo Electrónico



"Sócrates diz que portugueses estão distraídos em termos de inovação e conhecimento.
O primeiro-ministro entende que os portugueses andam distraídos nas questões que tocam a inovação e conhecimento. Numa alocução aos empresários ibero-americanos, José Sócrates frisou que Portugal é o primeiro país da UE em termos de Governo Electrónico."

In TSF

1º Se não estivessem distraídos não seria ele o primeiro ministro.

2ºGoverno Electrónico?! Só se for por ser telecomandado à distância pelos Bilderbergs.

Já não há pachorra...

quinta-feira, novembro 26, 2009

Dia Internacional da pedofilia sacerdotal




"A Igreja Católica da Irlanda encobriu as sevícias sexuais contra crianças realizadas por padres da região de Dublin, durante 40 anos, acusa o relatório do inquérito oficial divulgado esta quinta-feira. O arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, já expressou as suas «desculpas, tristeza e vergonha» por estes actos.
Os bispos pretendiam proteger a reputação da Igreja em detrimento das vítimas, segundo o relatório de 720 páginas - entregue ao governo em Julho -, que analisa os casos de 46 padres em relação aos quais foram apresentadas 320 queixas.

Os 46 padres foram seleccionados entre mais de 150 padres de Dublin implicados nos abusos de rapazes e raparigas desde 1940.

As vítimas congratularam-se com a publicação do relatório, mas adiantaram que o governo e a Igreja ainda têm muito que fazer para compensar os erros do passado.


Ao pé desta "história" o Caím de Saramago é um autentico livro do Tio Patinhas!
Quem se revolta agora?
Quem enche os jornais cheio de colunas de indignação?
Ai como eu gostava de ver um grande debate sobre este assunto na televisão pública portuguesa...

O governo disse que a investigação «mostra claramente que crianças inocentes foram alvo de uma sistémica e calculada perversão do poder e confiança» na arquidiocese.

«Os criminosos devem continuar a ser trazidos à justiça e o povo da Irlanda tem de saber que isto nunca mais pode acontecer», adiantou o governo, que pediu desculpa pelo fracasso do Estado em responsabilizar as autoridades eclesiásticas.

O arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, já expressou as suas «desculpas, tristeza e vergonha» após a divulgação deste relatório.

«Ofereço a cada sobrevivente as minhas desculpas, a minha tristeza e a minha vergonha pelo que se passou», declarou Martin durante uma conferência de imprensa.

O arcebispo, em funções em Dublin desde 2004, lamentou a atitude da hierarquia católica, que encobriu os abusos e não informou a polícia, sublinhando que «o mal causado às crianças nunca poderá ser reparado."

In TSF

Ao lado desta "história" o livro Caím de josé Saramago é um autentico livro do Tio Patinhas.
Quem virá agora para as colunas dos jornais defender os meninos que ao longo de 40 anos foram abusados?
Como eu gostaria de ver um programa sobre esta "temática" na televisão pública portuguesa.Claro que os convidados teriam que ser obrigatóriamente membros do clero.
Ou será como no caso Casa Pia em que "os miudos fizeram aquilo porque gostaram e tal"?

quarta-feira, novembro 25, 2009

Caso Casa Pia



Faz hoje 5 anos que começou o julgamento do caso Casa Pia mas o sofrimento das crianças abusadas começou hà muito mais.As crianças abusadas merecem todo o nosso respeito,estavam entregues a um estado,que não sobe ser de direito Ao longo deste tempo todo serve este caso para ilustrar o estado da justiça portuguesa na qual deixei de confiar por estar totalmente entregue a interesses partidários.
Vivemos num país mediocre que não defende os seus cidadãos e que tudo faz para servir o imenso polvo que foi crescendo logo após a revolução.

quinta-feira, novembro 19, 2009

O povo é um menino



É em italiano mas podia ser em português,afinal somos europeus.
Fantástico

quarta-feira, novembro 18, 2009

QUEREM DESPEJAR O CENTRO DE CULTURA LIBERTÁRIA EM ALMADA



O Centro de Cultura Libertária, espaço anarquista existente há 35 anos, está a ser ameaçado de despejo por parte do proprietário.
O CCL é um ateneu cultural anarquista fundado em 1974 por velhos militantes libertários que resistiram à ditadura, ocupando desde então o espaço arrendado no número 121 da Rua Cândido dos Reis, em Cacilhas. Tem sido um espaço fundamental para o anarquismo em Portugal acolhendo sucessivas gerações de anarquistas e libertários. O Centro possui uma biblioteca e um arquivo únicos em Portugal, com material anarquista editado ao longo dos últimos cem anos, assim como uma distribuidora de cultura libertária. Durante a sua existência, o Centro acolheu várias actividades, tais como debates, passagens de vídeo ou diversos ateliers. Diferentes publicações aqui se editaram, como a Voz Anarquista nos anos 70, a Antítese nos anos 80, o Boletim de Informações Anarquista nos anos 90 e o Húmus, mais recentemente.
Em Janeiro de 2009, foi instaurada por parte do proprietário do edifício uma acção de despejo contra o Centro. Esta acção foi contestada por vias legais, o que deu lugar a um julgamento que decorreu entre Setembro e Outubro. No dia 2 de Novembro, foi emitida a sentença que resultou na resolução do contrato de arrendamento, tendo sido dados 20 dias ao Centro para abandonar as suas instalações.
O Centro vai recorrer desta decisão. Nesta nova fase é preciso suportar custos que dizem respeito ao recurso e aos honorários do advogado. Até à data ainda não sabemos exactamente a quantia necessária mas, pelo que averiguámos, será necessário reunir umas largas centenas de euros.
O contexto que deu origem a este caso não diz respeito apenas ao Centro de Cultura Libertária, mas a todos aqueles que se vêm a braços com a falta de escrúpulos dos senhorios e restantes especuladores imobiliários. É importante relembrar que, ainda que este processo tenha sido iniciado sob alegações do ruído excessivo produzido pelos frequentadores do Centro, estão em causa outros interesses, nomeadamente o do senhorio em rentabilizar o espaço, alugando-o por um preço bastante mais elevado do que o praticado agora.
O desaparecimento deste Centro significaria a perda de um importante espaço de reflexão, debate, luta e resistência.
À semelhança dos/as companheiros/as que lutaram para que este espaço existisse, resistiremos uma vez mais, e NÃO perderemos o CCL nem às mãos dos tribunais, nem da especulação imobiliária nem por nada.
Continuaremos a lutar para que este espaço continue!
Toda a solidariedade e apoio que possam dar força à resistência do CCL é da máxima importância e urgência.
Saúde e Anarquia!!!
Centro de Cultura Libertária
07.11.09Contacto:E-mail:ateneu2000@yahoo.com
Correio:
Apartado 40
2800-801 Almada – Portugal
Blog:
http://culturalibertaria.blogspot.com
Dados da conta bancária do C.C.L. para donativos:
C.C.L. bank account details for donations:
Titular/ Owner:
CENTRO DE CULTURA LIBERTÁRIA
Para transferências em Portugal / For transfers inside Portugal:
NIB: 003501790000215493029
Para transferências do estrangeiro / For foreign transfers:
IBAN: PT50003501790000215493029
BIC: CGDIPTPL

sábado, novembro 14, 2009

O algodão voltou a não enganar



"O presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Noronha Nascimento, decidiu ontem anular e destruir as escutas telefónicas do processo Face Oculta em que intervém o primeiro-ministro, José Sócrates, à conversa com Armando Vara, segundo a edição deste sábado do Jornal de Notícias (JN).

De acordo com o JN, a decisão foi tomada poucas horas depois de lhe serem entregues, em mão, informações complementares sobres as escutas que tinham sido pedidas ao Ministério Público de Aveiro.

O presidente do STJ terá considerado as escutas nulas e irrelevantes do ponto de vista criminal.

A decisão terá sido acelerada pela manchete de ontem do semanário Sol e pela reacção do primeiro-ministro: «Isto está a passar todas as marcas», afirmou o primeiro-ministro"

In DD


Estavam à espera de quê??
Os casos vêm a público para isso mesmo, para serem limpos.
Eu já não acredito na justiça nem nesta democracia.

quinta-feira, novembro 05, 2009

Material de segunda escolha


Todo o construtor,empreiteiro,sucateiro e afins sabe o que é material de segunda escolha.
O que provávelmente não sabe é que a primeira escolha para primeiro-ministro PS foi supostamente Armando Vara. Como a banca seria muito mais aliciante para um" low profile"lá teve que vir a segunda escolha.
"-Que remédio não temos outro..." respondeu tão famoso ex-ministro a tão ilustre deputado da oposição no intrevalo de uma garfada da tal lagosta e de uma golada de Veuve Clicquot paga pelos patós*
Temos então um facto inédito em Portugal:
Um primeiro ministro de segunda escolha que governa pela segunda vez e um banqueiro "low profile "que jura a pés juntos que é honesto. É obra!

*Pató leia-se uma mistura de pato bravo com totó.

O programinha do PS


"Para garantir que a economia portuguesa ultrapassa a crise, o Governo propõe mais investimento do Estado e a promoção das empresas portuguesas no estrangeiro. E com a taxa de desemprego a ultrapassar já os 9%, os socialistas consideram essencial fechar um “pacto para o emprego”, intensificando também os apoios às pequenas e médias empresas (30 mil empresas serão ajudadas, por ano, até 2013). Para garantir a competitividade da economia portuguesa, o Plano Tecnológico deverá também ser aprofundado."


In DD


Não sei se ria se chore...

O governo propõe mais do mesmo.Promover o quê se não coordenação nem estratégia a nível nacional. Desculpem o mau feitio mas o que têm andado a fazer estes anos todos quem,por exemplo,trata da promoção turística do país. Criaram-se regiões de turismo que são autênticas coutadas de favorecimentos pessoais. Ponham simplex nisso meus senhores e entreguem esse trabalho às autarquias.
Quanto ao "pacto de emprego" será que querem criar mais estágios profissionais fomentando ainda mais o trabalho precário? São nove em cada 100 portugueses que não têm trabalho!
Não consigo compreender a política deste governo que teima em remendar o que está podre.




quinta-feira, outubro 29, 2009

Varas,varinhas e varetas


"Armando Vara foi constituído arguido no processo «Face Oculta», segundo o site do Público, que avança que as suspeitos que recaem sobre o antigo ministro de António Guterres não dizem respeito ao período em que exerce o cargo de vice-presidente do Millenium BCP, cargo que ainda ocupa.
O Departamento de Investigação Criminal de Aveiro da Polícia Judiciária (PJ) levou quarta-feira a cabo mais de 30 buscas, em diversas empresas, devido a suspeitas de crimes económicos e corrupção, tendo feito uma detenção e constituído 12 arguidos e, embora não tenha adiantado nomes, a SIC avançava o nome de Vara na lista de mandados de busca.
A casa e o escritório do antigo presidente da Fundação para a Prevenção e Segurança tinham sido alvo de buscas, esclareceu a edição electrónica do Expresso, tendo a RTP avançado que Armando Vara estaria sob escuta. Nos telefonemas, a PJ tinha ouvido o antigo dirigente socialista a pedir dez mil euros em notas a José Godinho, o único arguido detido.
Armando Vara deve prestar esclarecimentos no início do próximo mês e, posteriormente, serão definidas as medidas de coação a que os suspeitos vão ficar submetidos."


In DD
Imagem roubada ao Kaos

Lá vão os tempos dourados da construção cívil e da bela lagosta servida em salva de prata.Mudam-se os tempos e os construtores cívis dizem-se fartos de pagar a políticos.
Agora cabe à "in-justiça" branquear os casos e pagar as devidas indeminizações aos "ofendidos" com o dinheiro dos nossos impostos. Afinal o algodão continua a não enganar.

quinta-feira, outubro 22, 2009

Os castradores




Começo por dizer que sou contra todo o tipo de censura venha ela de onde vier.
Esta polémica para acerca do livro Caim de José Saramago é própria de uma sociedade mesquinha e hipócrita.
Se o homem acredita em Deus ou não é irrelevante.O perigoso no meu ponto de vista é quer condicionar as pessoas,querer cala-las haver temas tabu.
Verifico que temos na nossa "praça" pseudo-comentadores que opinam sem conhecer a obra,actitude terceiro mundista e bacoca.
Nunca deixei de ler um livro só porque se diz mal dele,pelo contrário aguça ainda mais a minha curiosidade.Relativamente aos livros de Saramago,gosto do estilo e já li alguns,destaco o evangelho segundo Jesus Cristo,o memorial do convento e o ensaio sobre a cegueira.
Passo a citar Francisco José Viegas no Blog a Origem das Espécies:

"Sobre a Bíblia há mais do que José Saramago diz (como bom ortodoxo, inspirou-se na ortodoxia adversária). Em primeiro lugar, não se trata de um programa ideológico nem de um guia para a vida prática. Não se limita a enumerar leis de há milhares de anos nem a mostrar os castigos aplicados aos humanos. Não reproduz a história de um Deus material e conveniente. Não é um manifesto para a mudança do mundo. É, antes, o repositório de narrativas que transitam de um povo errante para uma civilização que ocupou o seu lugar no mapa. Não se pode olhar a Bíblia como gostaríamos que fosse – mas como uma hipótese sobre o nosso medo do passado e dos seus mitos. Os fundamentalistas olham-na como tudo; os seus adversários olham-no como nada. Está aí: é papel, é história, narrativa."

Finalmente sugiro ao Sr.Sousa Lara que utlize a sua brilhante mente
em considerações mais construtivas do que comparar José Saramago a Silvio Berlosconi.

domingo, outubro 18, 2009

A pobreza




Pobreza atinge 18 em cada 100 portugueses.

Segundo a Assistência Médica Internacional (AMI), os centros Porta Amiga apoiaram, no primeiro semestre deste ano, mais 10% de pessoas do que no mesmo período do ano passado. Em comunicado, a AMI sustenta que "estes valores demonstram uma nítida tendência para um crescente número de casos de pobreza persistente. A grande maioria destas pessoas encontra-se em plena idade activa, entre os 21 e os 59 anos de idade". Além disso, há cada vez mais novos casos de pobreza. No primeiro semestre deste ano "foram 1836 as pessoas que recorreram pela primeira vez ao apoio social da AMI, mais 24% do que no mesmo período no ano anterior".

Também a Rede Europeia Anti-Pobreza (REAP) se manifesta preocupada com a situação em Portugal, onde afirma que 18 em cada 100 pessoas vivem na pobreza. "O número europeu que serve de referência para definir a pobreza equivale a um vencimento mínimo mensal de 406 euros. Quem tiver um rendimento inferior a 406 euros é pobre", disse, à Lusa, Jardim Moreira, presidente da REAP. Em comunicado, a Rede Europeia sublinha que "os idosos, as crianças e jovens são os grupos etários com maior taxa de risco de pobreza em Portugal". A "vulnerabilidade à situação de pobreza" é de 26% para os idosos e de 21% para pessoas com menos de 17 anos.

A mesma instituição destaca a desigualdade em matéria da distribuição de rendimento: "Em 2008, 20% da população com maior rendimento recebia aproximadamente 6,1 vezes o rendimento dos 20% da população com o rendimento mais baixo". Por outro lado, lembra que, no segundo trimestre de 2009, a taxa de desemprego foi de 9,1%, mais 1,8% do que no mesmo período do ano passado.

"Só a existência de empregos e de salários pode quebrar os ciclos de pobreza que estão criados e reestruturar as famílias, permitindo-lhes mandar os filhos à escola, cuidar dos idosos e viver com dignidade", referiu Jardim Moreira.

Também a AMI regista que a maioria da população que recorreu aos centros Porta Amiga no primeiro semestre se encontra desempregada (80%), "tendo como principais recursos os subsídios e apoios institucionais e o apoio de familiares ou amigos". O serviço que registou mais procura entre as mais de cinco mil pessoas que, nos primeiros seis meses de 2009, pediram ajuda à AMI, foi o da distribuição de alimentos, roupa e medicamentos.

Contudo a política seguida por este governo continua a ter como prioridade o apoio ao grande capital financeiro,senão vejamos:

Francisco Van Zeller, presidente da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), voltou a afirmar que vai lutar contra o segundo aumento progressivo do salário mínimo no próximo ano, conforme está previsto no Acordo de Concertação Social. A ideia não é de agora: ao abrigo da crise mundial, que tem tido as costas largas, outras associações ligadas ao patronato, como a do turismo, têm defendido aumentos zero em 2010. A própria CIP já o havia afirmado no início de Setembro, na altura através de Gregório Novo. A entrevista de Van Zeller à RR só clarifica a intenção dos patrões: vão tentar travar a melhoria faseada dos ordenados dos que menos ganham no nosso país - e são cerca de 300 mil - contrariando o que foi negociado com o Governo, e que previa que em 2011 esse salário chegasse aos 500 euros.

Estes senhores põem e dispõem da vida de milhares de portugueses contribuindo assim para o agravar das situações de pobreza.Querem congelar os ordenados de miséria mas não falam nos ordenados milionários que a maioria dos gestores ganha,é vergonhoso.
Queixa-se este cavalheiro da falta de competividade para manter os ordenados baixos,então onde está a boa gestão dos que auferem milhares?

Basta de políticas que fomentem a caridadezinha.

domingo, outubro 11, 2009

Tratado de lisboa ou a opinião do general



Segundo o general Loureiro dos Santos o Tratado de Lisboa foi aprovado pelos Irlandeses devido à crise económica.
Defende o general que se os portugueses tambem o tivessem referendado,poderia ter sido alterada a clásula que dá à UE a "competência exclusiva no domínio dos recursos biológicos do mar,no âmbito da politica comum de pescas"o que nos priva de soberania sobre as nossas águas.
Para Portugal não entrar em vigor o Tratado é preferível à perda da soberania sobre os recursos biológicos do nosso mar.

Grande Lata



PR diz que "ninguém tem o direito de alhear-se dos problemas da sua terra"
O que tem feito este senhor desde que está na presidência?
Vivendo esta corja nas suas coutadas alheados de uma realidade que não é a deles ainda têm a lata de me obrigarem a fazer o que eles querem?
Será que eles são obrigados a fazer aquilo que prometem aos cidadãos?
Em mim ninguem manda! Ainda para mais quando políticos corruptos concorrem a cargos públicos com o aval deste PR.

domingo, outubro 04, 2009

O tratado de Lisboa




Traduzi cuidadosamente a mensagem de advertência da Organização não governamental eu-facts.org, a Dr. Rath Health Foundation, e profit-over-life.org (fundada muito recentemente), divulgadoras das macabras 40 000 provas criminosas da Industria Petroleira, Química e Farmacêutica, e o Julgamento no Tribunal dos Crimes de Guerra contra a Humanidade, de Nuremberg, Alemanha, em 1947/48.
(peço desculpa se encontrarem erros gramaticais ou de tradução)

«Protesto e rejeito urgentemente o Tratado de Lisboa. Este Tratado iria legitimar a estruturação da União Europeia de Bruxelas e formar a base da Europa futura que seria FUNDAMENTALMENTE NÃO DEMOCRATA.
Numa Europa submetida ao Tratado de Lisboa, existiria: ... Read More
• A não separação de poderes constitucionais, o contraste de qualquer democracia.
• A impossibilidade dos cidadãos de elegerem o seu presidente.
• A impossibilidade dos cidadãos de elegerem a “Comissão Europeia” – o nível executivo ou gabinete do governo Europeu que será “nomeado” sob a influência de interesses particulares.
• A impossibilidade para o Parlamento Europeu de controlar efectivamente o futuro “governo Europeu”.
• A impossibilidade para os cidadãos de restituírem um nível de governo que tenha abusado e reduzido os seus direitos humanos.
Eu estou principalmente consternada perante a recente exposição da prova histórica dos projectos para esta não democrática “Bruxelas da EU”, originado nos quadros programáticos dos líderes Nazis durante a Segunda Guerra Mundial, como também os interesses financeiros corporativos, corroborando os Nazis no poder. (http://www4.dr-rath-foundation.org/brussels_eu/roots/index.html )
Aqui estão apenas alguns dos graves Factos:
• Os arquitectos de “Bruxelas EU” incluem Ribbentrop (Ministro Nazi das Relações Estrangeiras), Goebbels e mesmo o próprio Adolf Hitler. O plano mestre seria conduzir a Europa por uma “central cartel organization” sem qualquer controle parlamentar e democrático.
• A Organização do Cartel Central Europeu iria sujeitar a Europa - Pós Guerra ao regulamento da Aliança Nazi/IG Farben, o cartel infame dos interesses da indústria Química, Farmacêutica e Petrolífera, que fora processada em Nuremberg por crimes cometidos contra a Humanidade. (http://www.profit-over-life.org)
• O plano orquestrado publicado pelo instituto de pesquisa Nazi para a estrutura da Europa – Pós-Guerra, inclui:
1. A “European Greater Sphere Economy” da Nazi/IG Farben, que iria, apenas 16 anos após, em 1957, tornar-se a “Comunidade Económica Europeia” e mais tarde a “União Europeia” - hoje conhecida como “Bruxelas U.E.”;
2. O “Central Cartel Office”, planeado em 1941, tornou-se actualmente a “Comissão Europeia”, operando com poderes quase ilimitados sobre o Parlamento da União Europeia e sem qualquer controlo democrático.
3. Os “Decretos do Cartel” do plano Nazi/IG Farben tornaram-se nas “EU Directivas” da União Europeia, pela qual a Comissão da UE tenta governar as vidas de 500 milhões de cidadãos Europeus, externo a qualquer controlo democrático pelos seus parlamentos.
4. O “Master Agreement” – pelo qual a coligação do Cartel/Nazi teria cimentado os seus regulamentos sobre a Europa num “Reich de Mil Anos” - transformou-se Hoje no “Tratado de Lisboa”, um acto que habilita a subjugação da Europa aos princípios de interesses corporativistas, para as gerações futuras. (http://www4.dr-rath-foundation.org/open_letters/soelter.html).

• Estes planos Nazis na tentativa de subjugar os cidadãos da Europa às suas regras para a eternidade, eram paralelos aos mesmos interesses corporativos que ajudaram os Nazis a tomar o poder, nomeadamente, os desprezíveis cartéis IG Farben da indústria Química, Farmacêutica, e Petroleira (as companhias BAYER, BASF, HOECHST – conhecidas Hoje por Aventis - entre outras). Detalhadamente apresento os registos do Tribunal dos Crimes de Guerra de Nuremberg contra a IG Farben, documentados em www.profit-over-life.org. • O arquitecto comandante de “Bruxelas EU” – e, nos primeiros dez anos, o seu presidente –Walter Hallstein. Este fora advogado principal durante a Era Nazi e defendeu a política Nazi “blood and honour” nos territórios ocupados. Durante o seu mandato presidencial de dez anos, Este, sistematicamente, implementou os planos Nazis do Pós-guerra, como as bases operativas para “Bruxelas EU”. (http://www.eu-referendum.org/english/european_history/index.html)
Entre 1950 e a década de 60 – os anos decisivos da estruturação da “Bruxelas EU” – o governo Alemão fora um dos financeiros-chave. É um Facto histórico que durante essas décadas o governo Alemão e os seus corpos diplomáticos, foram infiltrados por políticos, os quais tinham tido posições relacionadas sob o regime Nazi. Durante a mudança das figuras políticas, os interesses das corporações que Estes representam – nomeadamente o cartel Europeu Químico, Farmacêutico e Petrolífero – continuam as mesmas. Hoje na Europa, esses interesses são representados pelos seus três países de exportação: Alemanha, França e o Reino Unido. Não surpreendentemente, os líderes políticos destes mesmos países, tentam forçar os cidadãos Europeus na construção de “Bruxelas UE”, com base em interesses dessas mesmas corporações referidas. (http://www.time.com/time/printout/0,8816,816612,00.html)

Contudo, nenhum sistema político com tamanhas raízes inumanas pode possivelmente sobreviver à exposição desses Factos históricos. Nem a “Bruxelas UE”, nem o seu acto orquestrado, o “Tratado de Lisboa”, pode sobreviver por mais tempo numa sociedade democrática!
Como europeus e responsáveis pelo publico de noticias, podem não ter tido conhecimento dos Factos históricos, pois foram ao longo das últimas décadas cuidadosamente ocultados pelas Corporações, Estes que ao abusar através de “Bruxelas UE” tentam empreender o controlo sobre a Europa nas gerações futuras.
Agora que tomou conhecimento, tem duas opções:
• Você vai ignorar esta informação, continuando como se nada soubesse; ou
• Você irá se manifestar como milhões de pessoas pela Europa, rejeitar o Tratado de Lisboa, e contribuir à construção um novo e democrático futuro para a Europa.
Seja qual a sua opção, a minha mensagem esclarecedora neste documento garante que Você nunca terá de lamentar de não ter tido conhecimento destes Factos.
Se Você – sem o conhecimento das referências acima – já deu suporte ao Tratado de Lisboa, Eu peço urgentemente que renuncie publicamente. Seguindo a exposição dos factos, nenhum político que continue a suportar este Tratado poderá ter qualquer credibilidade moral e democrática.
“Tudo aquilo que é requerido para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada” Edmund Burke, Político e Escritor (1729-1797).»

Okay, façam a vossa própria pesquisa para tomarem consciencia dos factos escondidos durante 60anos, e divulguem.
Sejam SEMPRE CRÍTICOS pois a comunicação social é um aliado corrompido por estes carteis capitalistas, dotada de "lavagem cerebral".
«A própria ignorância é sempre a arma mais mortifera de auto-destruiçao».

Em Liberdade e amizade
Andreia Marques - via Facebook

Faço minhas as palavras da Andreia,leiam,informem-se,discutam.

quinta-feira, outubro 01, 2009

Yellow Submarine portuguese version



O Ministério público deduziu acusação contra dez arguidos, a quem foram imputados, em co-autoria, “a prática de um crime de falsificação de documento e a prática de um crime de burla qualificada”, refere uma nota do nota do Departamento Central de Investigação e Acção Penal.

Em causa está a celebração de um contrato de contrapartidas entre o Estado Português e “German Submarine Consortium” e a sua execução, especifica o mesmo comunicado.

O contrato para a construção de dois submarinos, no valor de 800 milhões de euros, foi assinado em Abril de 2004 pelo então ministro da Defesa Paulo Portas com o consórcio alemão German Submarine Consortium (GSC), do grupo Thyssen Krupp - que, de acordo com o Governo, apresentou a melhor proposta em termos de preço, contrapartidas e condições operacionais.

Este processo, que remonta a 2004, quando o ministério da Defesa, tutelado por Paulo Portas, decidiu comprar os referidos submarinos.

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal, refere que a investigação “compreendeu inúmeras diligências em Portugal e na Alemanha, foi proferido despacho de encerramento da fase de inquérito”.

Foi também deduzido pelo Ministério Público, em representação do Estado Português, um pedido de indemnização cível, no montante de 33.989.796,91 euros.


Francisco Louçã «sugeriu» na noite de segunda-feira à justiça portuguesa que «procure nas 61 mil fotocópias» que Paulo Portas «levou para casa» quando abandonou a pasta da Defesa o contrato dos dois submarinos comprados por Portugal à Alemanha durante o Governo PSD/CDS-PP.

«Bem lhe podiam pedir [a Paulo Portas] se nas suas pastas de fotocópias não estará lá por acaso o tal contrato que a justiça procura há três anos», disse o líder do BE, deixando uma questão: «Será normal que um Estado se comprometa a comprar material de guerra a um outro, mil milhões de euros, e não saibam do contrato?».

Em resposta, Paulo Portas considera «uma história mal contada» o caso do alegado desaparecimento de documentação relacionada com o processo de aquisição dos submarinos ao Germain Submarine Consortion, destacando que esta polémica foi desencadeada por «uma fonte anónima».

In Sol e DD

Mais uma história que veio a lume para ser branqueada como todos os outros casos que ainda por cima dão direito a indeminizações por difamação, pagas por todos nós.

terça-feira, setembro 29, 2009

O consumismo




Uma excelente visão de como somos prisioneiros do consumismo desenfreado.

segunda-feira, setembro 28, 2009

Um todo o terreno

Com Avelino tudo pia fino!

Os pobres dos nossos ricos



A maior desgraça de uma nação pobre é que em vez de produzir riqueza,produz ricos.

Mas ricos sem riqueza.

Na realidade, melhor seria chamá-los não de ricos mas de endinheirados.

Rico é quem possui meios de produção.

Rico é quem gera dinheiro e dá emprego.

Endinheirado é quem simplesmente tem dinheiro, ou que pensa que tem.

Porque, na realidade, o dinheiro é que o tem a ele.

A verdade é esta: são demasiados pobres os nossos “ricos”.

Aquilo que têm, não detêm.

Pior: aquilo que exibem como seu, é propriedade de outros.

É produto de roubo e de negociatas.

Não podem, porém, estes nossos endinheirado susufruir em tranquilidadede tudo quanto roubaram.

Vivem na obsessão de poderem ser roubados. Necessitavam de forças policiais à altura.

Mas forças policiais à altura acabariam por lançá-los a eles próprios na cadeia.

Necessitavam de uma ordem socialem que houvesse poucas razões paraa criminalidade.

Mas se eles enriqueceram foi graçasa essa mesma desordem (...)


MIA COUTO


No rescaldo das eleições e ao espreitar vários blogues,deparei-me com este texto de Mia Couto,com o qual me identifico.

Quem me dera ser poeta para escrever algo sobre os pobres dos nossos pobres...

Mais do mesmo ou um país sem rumo



Resultados Globais 2009

Votos Mandatos

PS 36.56% 2068665 96

PPD/PSD 29.09% 1646097 78

CDS-PP 10.46% 592064 21

BE 9.85% 557109 16

PCP-PEV 7.88% 446174 15

PCTP/MRPP 0.93% 52633 0

MEP 0.45% 25338 0

PND 0.38% 21380 0

MMS 0.29% 16580 0

PPM 0.27% 14997 0

MPT-PH 0.21% 12025 0

PNR 0.21% 11614 0

PPV 0.15% 8485 0

PTP 0.08% 4789 0

POUS 0.08% 4320 0

MPT 0.06% 3241

Eis a vontade do povo português,a confiança em Socrates e companhia.
O que são mais 4 anos de miséria? Afinal Salazar não esteve por cá 48 anos?
Cá vamos cantando e rindo e já agora viva o Sporting que tambem perde sempre!

quinta-feira, setembro 24, 2009

A honestidade Socialista




Os socialistas José Lello e António Braga são acusados de negociarem cargos em troca de financiamento partidário com o empresário português Licínio Bastos que chegou a ser detido no Brasil. O antigo cabeça-de-lista do PS pelo círculo Fora da Europa, José Lello e António Braga são acusados de negociar cargos em troca de financiamento partidário com o empresário Licínio Bastos, que chegou a estar detido no Brasil.

A acusação partiu do cabeça-de-lista socialista pelo círculo Fora da Europa nas legislativas de 2005, Aníbal Araújo, que também teve a sua campanha financiada por empresário que foi detido após a Operação Furacão que desmantelou a Máfia dos Bingos.

O deputado socialista e o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas diziam, em 2007, desconhecer se o empresário financiou o PS, contudo, em declarações à TSF, Aníbal Araújo afirmou que os dois socialistas negociaram directamente com Licínio Bastos.

Ouvido pela TSF no sábado, o ex-candidato socialista que, em 2007, afirmou não haver qualquer promiscuidade no processo, mas explicou agora que decidiu falar por causa da existência de «muito mentira que se diz e da reposição da verdade que não foi feita».

Aníbal Araújo revelou ainda o conteúdo de uma reunião que envolveu o empresário, José Lello e António Braga e onde se falou de assuntos relativos às Comunidades Portuguesas, mas também da «nomeação de Licínio Bastos para a parte das Águas de Portugal e para a Vivo».

O ex-cabeça-de-lista acusou José Lello de oferecer o consulado honorário em Cabo Frio, um lugar da administração da empresa de telecomunicações Vivo e o controlo da Águas de Portugal também em Cabo Frio e que foi alienada em finais de 2007.

Licínio Bastos, que aguarda o seu julgamento em liberdade, chegou a ser nomeado pelo secretário de Estado António Braga, em 2006, cônsul honorário de Portugal em Cabo Frio, uma cidade perto do Rio de Janeiro, acabando por ser exonerado meses depois de a sua nomeação ter sido publicada em Diário da República.

Apesar de lhe terem sido prometidos também os cargos na Vivo e na Águas de Portugal, o empresário acabou por também nunca exercer qualquer destes cargos.

Aníbal Araújo disse ainda que quer José Lello quer António Braga privaram com Jaime Garcia Dias, outros dos implicados na Máfia dos Bingos.

Numa escuta telefónica interceptada pela Polícia Federal brasileira, este elemento que faria os contactos para a extensão do negócio dos bingos e casinos no estrangeiro dizia estar em Portugal e citou os nomes de António Braga e José Lello.

A TSF tenta desde segunda-feira sem sucesso reacções de José Lello e António Braga, tendo apenas conseguido uma reacção do gabinete de imprensa do PS que, na quarta-feira à noite, fez saber que não comenta insinuações delirantes a 48 horas do final da campanha.

Aníbal Araújo, fez estas acusações numa entrevista à TSF.

In TSF

Suspeições e mais suspeições,o que é facto é que o governo socretino está cheio de casos de favorecimentos políticos. Transformaram este país num eldorado de corrupção.
Toda a gente sabe mas nada é feito e o povinho continua a pagar para estes javardos viverem como reis. Às vezes ocorre-me uma frase futebolistica: É disto que o meu povo gosta,ah e já agora anjinhos votem mais neles!!

domingo, setembro 20, 2009

Quiz




Se para a igreja a pílula do dia seguinte já é aborto, então,
surgem-nos algumas dúvidas:

- A masturbação é homicídio prematuro ou premeditado?
- E sexo oral? Será canibalismo?
- Poderemos considerar o coito interrompido como abandono de menor?
- E o que dizer do preservativo? Por acaso será homicídio por sufocamento?

O voto



Era o que me apetecia fazer,votar no nada,porque quase nada me agrada nesta classe de feirantes que só quer é tacho.Desde o 25 de Abril que somos governados por uns parolos que,ora uns ora outros,têm levado o país à ruina.Porem como ainda acredito que talvez a esquerda possa travar os avanços "fasciszoides"
vou votar num partido à esquerda.
Preguntam-me qual?
Para mim basta votar à esquerda,não sou sectária,gostaria isso sim de ver uma esquerda unida que fizesse da sua união a bandeira dos interesses de todos nós trabalhadores.

quinta-feira, setembro 17, 2009

Paula Rego



Uma exposição temporária com obras-primas de Paula Rego, criadas pela conceituada pintora portuguesa ao longo dos últimos vinte anos, vai marcar a inauguração, a 18 de Setembro, em Cascais, da Casa das Histórias. A artista, de 73 anos, em Portugal desde há algum tempo para acompanhar a abertura da Casa das Histórias, está muito contente e emocionada com a inauguração e visita quase diariamente o museu, dando sugestões de montagem e colocação das suas "histórias".
A Casa das Histórias fica situada junto ao Mseu do Mar e pode ser vistada todos os dias entre as 10h e as 22h
Recomendo vivamente.

segunda-feira, setembro 14, 2009

As meninas dos meus olhos




As meninas dos meus olhos estão felizes.
Depois de lhes dar coisas lindas,estão descansadas.
Andei por praias semi desertas,montanhas,trilhos e bebi agua das fontes.Houve festa,comi e bebi com gente genuina,li Jorge Amado.
Foram umas férias portuguesas concerteza.Em dezembro há mais!

sábado, agosto 29, 2009

On the beach



Finalmente aqui vou eu para este paraíso.
Volto dentro de alguns dias.

sexta-feira, agosto 14, 2009

Polícias e ladrões




Generais com aumento de 400€ com nova tabela remuneratória


A nova tabela remuneratória das Forças Armadas contempla um aumento de quase 400 euros para os chefes dos três ramos, que passarão a ter um vencimento-base de 5.011 euros, segundo informa o Correio da Manhã.
No topo da tabela está o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Valença Pinto, com 5.166 euros, mais 293 euros que o salário actual.

De acordo com o novo diploma, o salário-base dos chefes militares passará de 4.629 para 5.011 euros, ou seja, mais 382 euros, refere o Correio da Manhã.

"Este é sem sombra para qualquer dúvida, o pior Estatuto profissional“oferecido aos polícias” desde o 25 de Abril de 1974. O Governo, refugiando-se na crise, refugiando-se nas limitações orçamentais, consegue ignorar Agentes e Agentes Principais, passar um atestado de incompetência à classe de Chefes e “ludibriar” Subchefes, colocando-os num novo Posto, mas sem qualquer proveito acrescido.

Esta, foi a táctica utilizada em 1999, quando da entrada em vigor do DL 511/99. Agora o Partido Socialista e o seu Governo repetem a “dose”, penalizando sempre os mesmos e preparando-se para continuar a “engordar”, ainda que de forma camuflada, aqueles que menos precisam!... Vejam-se os concursos que se encontram abertos, e se preparam para execução, já com a entrada em vigor deste ESTATUTO, que a ser aprovado, deixará marcas em todo o dispositivo, com particular incidência nas classes mais desfavorecidas.

Qualquer política de segurança, não pode ser feita contra os profissionais das respectivas forças. Contudo este Governo, a aprovar como pretende, contra tudo e contra todos, tal documento, consegue um verdadeiro “milagre”, isto é: Coloca no mesmo saco, Policias - que todos os dias andam de pistola à cintura; que diariamente combatem a delinquência; que todos os dias sacrificam a sua vida em prol das comunidades, muitas vezes em situações degradantes e com a falta de meios por todos reconhecida; que zelam pela manutenção e consolidação do regime; -, e Funcionários Públicos. Isto é: O Governo, compara aquilo que é incomparável, e com uma agravante: É que o Governo, faz tal comparação apenas na parte que lhe interessa!...

Regimes de folgas, horários de trabalho, pagamento de horas extraordinárias, restrições de direitos fundamentais e de cidadania, não entram nas contas do Governo, no que diz respeito aos profissionais da Policia de Segurança Pública. Aqui, o Governo já não considera os polícias funcionários públicos.

Em boa verdade, este Governo prometeu muito e fez pouco!... Prometeu uma nova Lei Orgânica, um novo Estatuto de Pessoal, um novo Regulamento Disciplinar, um novo Regulamento de Esquadras e Postos, um novo Regime para os Serviços Remunerados, um novo Regime para os Serviços Sociais, um novo Regime de Continências e Honras Policiais, mas… após quatro anos de Governo, apenas nos chegaram as promessas…

Caso o Governo, teime em aprovar estes Estatuto que consideramos uma aberração, restar-nos-á, e como é óbvio, o direito à indignação. Tudo faremos para fazer valer os nossos direitos e não abdicaremos daquilo que nos é devido, independentemente, do Governo que vier a ditar os destinos do país. Queremos apenas, que nos seja feita justiça."

In SNCC/PSP


Um agente da PSP começa por ganhar 740€ quase tanto como um polícia de Durango,Mexico.

Celebremos então com um Narco-corrido!!!

domingo, agosto 09, 2009

H1N1




Tirem as vossas conclusões!

Verdade,verdadinha!!!



«Em Felgueiras nunca houve nada que não fosse rigor, honestidade, honra, determinação e coragem para fazer vingar a verdade».

Eu estou a pensar seriamente em mudar-me para Felgueiras...

quarta-feira, agosto 05, 2009

De puta pena!



Como dizem os "nuestros hermanos" estou de puta pena.
Se para uns é época de descanso já para mim é a loucura total.Trabalho e mais trabalho!(onde está a crise???)
Já não tenho paciência para nada,estou intragável.
Como devem ter reparado o blog tem estado praticamente parado,não consigo ter tempo nem vontade de escrever.Já só penso nos meus ricos mergulhos no mar,nos passeios de mão dada com o meu companheiro,nas sestas,nos livros de que tenho estado tão afastada,nos petiscos com o pessoal amigo e na tão esperada Festa de todos os encontros.
Até lá o blog vai andar a balões de soro...

domingo, agosto 02, 2009

Parabens Zeca



Farias 80 anos e a tua voz continua imortal.
Continuas a inspirar-me e tu sim és uma verdadeira estrela que merecias ter tido um maior agradecimento do teu país.

domingo, julho 26, 2009

If you don't know, say no !



Cavaco anda esperançado.
Só que os Irlandeses não são moles e para eles um não será sempre um NÃO.
Este tratado que tão mau nome dá a Lisboa não passa de de um tratado de meia dúzia de crápulas e contra os cidadãos.


O aprofundamento do neoliberalismo

"Este novo Tratado não devolve soberania aos Estados-membros e não inverte o processo de aproximação da União Europeia a um modelo neoliberal de capitalismo. Pelo contrário. Afecta a soberania do país em pontos centrais, aprofunda o centralismo das decisões em torno dos seis maiores países (Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Polónia e Espanha), aprofunda o neoliberalismo e reduz ao mínimo os direitos sociais, dando resposta às reivindicações do capital europeu.

Este Tratado mantém todos os aspectos negativos das políticas neoliberais que já conhecemos, e agrava-as, dando-lhes uma visão ainda mais liberal, com os protocolos que são parte integrante do próprio Tratado, seja sobre a política de concorrência que «não deve ser falseada», expressão que também constava da dita constituição europeia, seja sobre os chamados Serviços de Interesse Económico Geral. A leitura conjunta destes artigos só pode ter uma interpretação: sujeitar a maioria dos serviços públicos à política de concorrência e ao mercado interno, ou seja, facilitar a vida aos grupos privados que querem apropriar-se da generalidade dos serviços públicos, aprofundando o que está a acontecer com as liberalizações nos transportes, correios, energia, telecomunicações, serviços financeiros, etc.

Aí aparecem também, a propósito do Artigo 104.º do Tratado, relativo ao funcionamento da União Europeia, as declarações da Conferência Intergovernamental sobre a Estratégia de Lisboa e o Pacto de Estabilidade, insistindo nas políticas que estão a ser praticadas, com as consequências conhecidas. Sabemos o que significa controlo do défice orçamental: corte nos salários reais e nas pensões e reformas, menores investimentos públicos, incluindo na saúde e educação públicas, mais liberalizações/privatizações, com maiores ganhos para grupos económicos privados, e as graves consequências visíveis no desemprego, o qual alimenta o trabalho precário e os baixos salários.
Igualmente, a propósito da política monetária, não só se mantêm os poderes conferidos ao Banco Central Europeu, como se admite que se possa ir mais longe, «conferindo-lhe atribuições específicas no que diz respeito às políticas relativas à supervisão prudencial das instituições de crédito e outras instituições financeiras, com excepção das empresas de seguros ...".

In "O militante"

quinta-feira, julho 23, 2009

Palavras para quê?? É um artista Português

Imagem gamada ao Kaos


«Está para nascer um primeiro-ministro que faça melhor no défice do que eu»
«a acção do Governo é mais apreciada no estrangeiro do que aqui»

José Socrates - Inginhero

segunda-feira, julho 20, 2009

O meu Gerónimo


O meu gatinho faz hoje 3 anos

Tenho a certeza que ele é um anjo!


Os animais foram
imperfeitos,
compridos de rabo, tristes
de cabeça.
Pouco a pouco se foram
compondo,
fazendo-se paisagem,
adquirindo pintas, graça, vôo.
O gato,
só o gato
apareceu completo
e orgulhoso:
nasceu completamente terminado,
anda sozinho e sabe o que quer.
O homem quer ser peixe e pássaro
a serpente quisera ter asas,
o cachorro é um leão desorientado,
o engenheiro quer ser poeta,
a mosca estuda para andorinha,
o poeta trata de imitar a mosca,
mas o gato
quer ser só gato
e todo gato é gato
do bigode ao rabo,
do pressentimento à ratazana viva,
da noite até os seus olhos de ouro.
Não há unidade
como ele,
não tem
a lua nem a flor
tal contextura:
é uma coisa só
como o sol ou o topázio,
e a elástica linha em seu contorno
firme e sutil é como
a linha da proa
de uma nave.
Os seus olhos amarelos
deixaram uma só
ranhura
para jogara as moedas da noite
Oh pequeno
imperador sem orbe,
conquistador sem pátria
mínimo tigre de salão, nupcial
sultão do céu
das telhas eróticas,
o vento do amor
na intempérie
reclamas
quando passas
e pousas
quatro pés delicados
no solo,
cheirando,
desconfiando
de todo o terrestre,
porque tudo
é imundo
para o imaculado pé do gato.
Oh fera independente
da casa, arrogante
vestígio da noite,
preguiçoso, ginástico
e alheio,
profundíssimo gato,
polícia secreta
dos quartos,
insígnia
de um
desaparecido veludo,
certamente não há
enigma
na tua maneira,
talvez não sejas mistério,
todo o mundo sabe de ti e pertence
ao habitante menos misterioso,
talvez todos acreditem,
todos se acreditem donos,
proprietários, tios
de gatos, companheiros,
colegas,
discípulos ou amigos
do seu gato.
Eu não.
Eu não subscrevo.
Eu não conheço o gato.
Tudo sei, a vida e seu arquipélago,
o mar e a cidade incalculável,
a botânica,
o gineceu com os seus extravios,
o pôr e o menos da matemática,
os funis vulcânicos do mundo,
a casaca irreal do crocodilo,
a bondade ignorada do bombeiro,
o atavismo azul do sacerdote,
mas não posso decifrar um gato.
Minha razão resvalou na sua indiferença,
os seus olhos têm números de ouro.

Pablo Neruda

domingo, julho 19, 2009

Era uma vez...



Era uma vez uma empresa...

Havia uns senhores que faziam casinhas e tinham muito dinheiro mas queriam mais.
Para isso convidaram outros senhores e fizeram uma sociedade de construção de casinhas. Uns tinham os terrenos os outros tinham os tijolos,o cimento e as influências.
Decidiram então comprar mais uma empresa a meias.
A eles juntaram-se algumas das tais influencias dignas da total confiança,afinal quem não acreditaria num ex-ministro ou num administrador de um banco estatal.
Fizeram algumas obras para refrescar o visual e finalmente o estaminé foi devidamente inaugurado com pompa e circunstância e claro não podia faltar a lagosta servida em salva de prata acompanhada com o respectivo Moêt.
Passada a festarola pediram colaboração aos trabalhadores,fizeram-se promessas e tudo corria sobre rodas.
Os directores tinham ordenados de ministros,tinham carrinhos alugados pagos pela empresa, faziam festarolas “patrocinadas” pela empresa,era uma maravilha dava para tudo!
Quiseram mais e assim fizeram,mais uma empresa e assim nasceu o tal grupo.
Mais festas,festarolas e jantaradas sempre bem frequentadas.
O futuro prometia e as intenções eram as melhores.
Como era o tijolo que estava a dar,os abutres que sabem-na toda começaram a rondar venha mais outra empresa, esta “dada” de mão beijada como o melhor negócio do mundo!
Coitados nem eles sabiam o que estava para acontecer…
Os tais directores levavam uma vida de lordes,de manhã liam os jornais da véspera, depois os do dia,a seguir iam almoçar e tratar dos negócios privados. Á tarde chegavam faziam meia dúzia de telefonemas,arrumavam a secretária e “ala que é cardume”.
Os pacóvios dos trabalhadores que trabalhem que é para isso que são pagos…
Depois foi o 11 de Setembro e a crise avançou com pezinhos de lã.
O tijolo começou a acumular e os Americanos com medo e deixaram de vir.
Já não se vendiam casinhas o lucro para pagar políticos acabou e os favorzinhos deixaram-se de fazer.Era vê-los a debandar…
Os Pá-Tós ( patos bravos) deixaram de poder oferecer lagostas,tiveram que vender uma das empresas à pressa e os
ex-ministros, ex-administradores bancários começaram a zarpar de fininho.O Pá-tó mais novo encheu-se de dívidas e começou a arrastar os sócios.
“Caros colaboradores este ano não há aumentos para ninguém,ou querem ordenados ou aumentos, escolham!”
A crise veio em força e agora???
Os trabalhadores começaram a receber os ordenados tarde e a más horas com os cheques devidamente traçados mas os directores continuam a ler os jornais!
É uma empresa portuguesa com certeza!

Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência

segunda-feira, julho 13, 2009

"Aromas do Alentejo"


Aromas do Alentejo recriados em novo perfume francês

Vários aromas naturais do Alentejo, como os de citrinos, alecrim, mirra e esteva, deram origem ao novo perfume «Jardim d´Évora», produzido em França e que é lançado dia 25 em Évora
O novo perfume feminino, cujo lançamento vai ter lugar durante um evento cultural junto ao Tempo Romano, é fruto de uma parceria entre as cidades de Évora e de Chartres (França), que estão geminadas.
A criação e a produção de perfumes são as principais actividades industriais da cidade francesa, onde está sedeado o «Cosmetic Valley», pólo mundial da perfumaria e da cosmética, com alguns dos maiores fabricantes do sector.

Ah porra d'um cabrão, temos cherinho !!!

domingo, julho 12, 2009

Os ministros PS



Há suspeitas de que o Estado foi prejudicado no negócio de alargamento do prazo de exploração do terminal de contentores de Alcântara, em Lisboa. De acordo com a edição, deste domingo, do Correio da Manhã, o acordo com a Liscont, assinado pelo ministro Mário Lino, vai ser investigado pelo Ministério Público.

É sempre assim quando sentem os calos apertados,toca de vir a público os rumores depois como toda sujidade,com actuação milagrosa do sistema dissipa-se toda a sujidade, o algodão não engana!
O Estado somos todos nós que trabalhamos todos os dias para pagar os salários milionários a quem nos lixa a toda a hora.
Eu já não acredito na justiça, tudo é comprável neste país de saloios*

*Xico-espertos

segunda-feira, julho 06, 2009

La folie



Porque todos precisamos de loucura,tomem lá esta verdadeira pérola dos oitenta.
A letra é fenomenal!

La Folie

Bonsoir
Ton vehicule n'a pas l`air d`avoir de passager
Peux-tu: Veux tu me recevoir
Sans trop te deranger?
Mes bottes ne feront pas trop d`echos dans ton couloir
Pas de bruit avec mes adieux
Pas pour nous les moments perdus
En attendant un uncertain au-revoir
Parce que-j'ai la folie, oui c'est la folie
Il etait une fois un etudiant
Qui voulait fort, comme en literature
Sa copine, elle etait si douce
Qu'il pouvait presque, en la management
Rejeter tous les vices
Repousser tou les mals
Detruire toutes beautes
Qui par ailleurs, n'avait jamais ete ses complices
Parces qu'il avait la folie, oui, c'est la folie
Et si parfois l'on fait des confessions
A qui les raconter - meme le bon dieu nous a laisse tomber
Un autre endroit, une autre vie
Eh oui, c'est une autre histoire
Mais a qui tou raconter?
Chez les ombres de la nuit?
Au petit matin, au petit gris
Combien de crimes ont ete commis
Contre les mensonges et soi disant les lois du coeur
Combien sont la a cause de la folie
Parce qu'il ont la folie

domingo, julho 05, 2009

Jeronimooooooooooooooo!


Jerónimo de Sousa acusou o Governo de José Sócrates de apenas exigir sacrifícios àqueles que menos têm, enquanto os senhores alcançam lucros escandalosos.
«Afinal a crise não é para todos, é para quem trabalha, vive da sua reforma, pensão ou pequeno rendimento. Para os senhores é a vara larga e muitos deles deviam era estar presos, tendo em conta aquilo que fizeram na banca e em termos de corrupção. Sócrates nunca explicou ao povo, e devia explicar, porque é que, num quadro de crise ou mesmo de combate ao défice, exigiu sacrifícios apenas àqueles que menos têm e menos podem.»


Não podia estar mais de acordo,uma vez que Socrates vive no país das maravilhas, cabe aos partidos esclarecer o povo, desmascarar a sua política ruinosa que serve cada vez mais os lobbies e os grandes interesses da banca. Cabe a Jerónimo denunciar mas tambem "abrir" as portas do partido e promover a discussão para que a opinião de todos conte.

domingo, junho 28, 2009

Reformas douradas



"O terceiro maior accionista do BCP e presidente do Conselho de Remunerações do banco, Joe Berardo, afirmou, este domingo à TSF, que não se conforma enquanto uns enfrentam dificuldades, outros continuam «a viver à grande e à francesa».

Joe Berardo refere-se, deste modo, ao facto de Jardim Gonçalves, que abandonou a presidência do BCP há ano e meio, continuar a ter regalias de luxo."

"O ex-homem forte do BCP, Jardim Gonçalves, reformado do banco desde o final de 2007, continua a utilizar o avião alugado e pago pelo banco para uso pessoal - um Falcon 2000, que é alugado anualmente pela instituição financeira à Heliavia, empresa de Hipólito Pires, revela o «Diário de Notícias».

O contrato compreende o pagamento de um determinado número de horas de voo por ano, utilizadas para deslocações da administração e quadros de topo do BCP, para diferentes locais, nomeadamente para os países onde a instituição possui subsidiárias, como Polónia, Grécia, Roménia, Turquia, Moçambique e Angola."

Esta situação é mais uma afronta a um sector que se diz em ruptura.
Casos como estes abundam em Portugal, desde directores que recebem 7.500,00€ para lerem os jornais até directores financeiros que fazem festanças em casa à conta das empresas onde trabalham,empresas que renovam as frotas automoveis mas depois não aumentam os funcionários. Tudo isto em cunivência com este governo terceiro-mundista que financia os mafiosos e que tudo rouba ao trabalhadores.

sexta-feira, junho 26, 2009

quinta-feira, junho 25, 2009

Eu seja ceguinha!

« Não aumentarei com certeza os impostos», declarou a presidente do PSD, em entrevista à SIC.

Aí estão as mesmas promessas de sempre e esta senhora que diz que promete mas não promete,já iniciou a sua caça ao voto com promessas que sabe que não vai cumprir:
"Baixarei impostos assim que for possível baixar.” Mas não adiantou que impostos pretende baixar, “porque isso seria já neste momento fazer uma promessa” – “Eu não vou fazer uma única promessa que tenha dúvidas se posso ou não posso executar.”
Então em que ficamos? É melhor não prometer nada Dr. Manuela...

domingo, junho 21, 2009

Tony és o maior !



É disto que o meu povo gosta !

Estás em grande Tony, se o engenheiro fosse esperto contratava-te para a abertura dos seus comícios.
Foram 300 autocarros a caminho de Lisboa. O povinho adora-te e faz centenas de quilometros, debaixo de uma canicula, só para te ouvir cantar. O nosso povinho vem para pôr o teu nome no livro dos recordes e ao mesmo tempo esquece-se que as reformas e os ordenados que ganham tambem são dignas de tal livro pelos piores motivos. Mas pelo Tony faz-se tudo, só é pena não ser Agosto se não haveriam de ser mais de 600 autocarros cheios de povinho.
Por vezes tenho ganas de fugir, de sair daqui só para não ver tanto obscurantismo.
Chamem-me o que quizerem, somos um povo atrasado, que facilmente se deixa enganar e que deixa que os Srs. Doutores decidam por eles.

Viva o Tony Carreira, viva o Guiness e venha cada vez mais do mesmo, nós merecemos!

domingo, junho 14, 2009

Hasta siempre Comandante



"Acima de tudo procurem sentir no mais profundo de vocês qualquer injustiça cometida contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. É a mais bela qualidade de um revolucionário"


Che guevara nasceu a 14 de Junho de 1928 em Rosario,Argentina

quarta-feira, junho 10, 2009

Dia dos portugueses esquecidos



Neste dia de "Ordens e Comendas" atribuídas pelo presidente resolvi dar a minha comenda a um poeta do povo cujas palavras são intemporais. António Aleixo, cauteleiro e guardador de rebanhos, cantor popular de feira em feira, pelas redondezas de Loulé.


Vós que lá do vosso império
Prometeis um mundo novo,
Calai-vos, que pode o povo
Qu'rer um mundo novo a sério.



Sei que pareço um ladrão...
Mas há muitos que eu conheço
Que, não parecendo o que são,
São aquilo que eu pareço.


Enquanto o homem pensar
Que vale mais que outro homem,
São como os cães a ladrar,
Não deixam comer, nem comem.


O mundo só pode ser
Melhor do que até aqui,
- Quando consigas fazer
Mais p'los outros que por ti!


Vemos gente bem vestida,
No aspecto desassombrada;
São tudo ilusões da vida,
Tudo é miséria dourada


Há pessoas muito altas
De nome ilustrado e sério,
Porque o oiro tapa as faltas
Da moral e do critério.


Embora os meus olhos sejam
Os mais pequenos do mundo,
O que importa é que eles vejam
O que os Homens são no fundo

segunda-feira, junho 08, 2009

Os Votos



Resultados em 2009



Total de Inscritos: 9606718

Total de Votantes: 3557603 37.03%

Abstenção : 62,97%

Representantes Eleitos em Portugal: 22

PPD/PSD 31.69% 1127388 votos 8

PS 26.57% 945430 votos 7

B.E. 10.73% 381795 votos 3

PCP-PEV 10.66% 379295 votos 2

CDS-PP 8.37%2 97836 votos 2

MEP 1.49% 52930 votos

PCTP/MRPP 1.21% 43077 votos

MPT 0.66% 23381 votos

MMS 0.61% 21647 votos

P.H. 0.48% 16954 votos

PPM 0.39% 13777 votos

P.N.R. 0.37% 13029 votos

POUS 0.14% 5095 votos


EM BRANCO 4.63% 164832 votos

NULOS 2% 71137 votos


De salientar ainda de que a abstenção nas comunidades portuguesas a residir no estrangeiro nas eleições para o Parlamento Europeu é 97,8 por cento,segundo a Direcção-Geral da Administração Interna
Posto isto só nos resta constatar que a abstenção foi a grande vencedora destas eleições pondo em causa a vontade dos cidadãos portugueses em pertenter a esta união de grandes desigualdades.

quinta-feira, junho 04, 2009

As casinhas



MP detecta indícios de abuso de poder nos mandatos de Abecassis, Sampaio e João Soares

"O Ministério Público encontrou indícios de abuso de poder na atribuição de casas municipais pela Câmara de Lisboa nos mandatos de Kruz Abecassis, Jorge Sampaio e João Soares, crimes que já prescreveram e cujos processos acabaram por ser arquivados.

No despacho de arquivamento, a que a Lusa teve acesso, são apontados os casos da atribuição de casa à actual vereadora Ana Sara Brito, que ocupou a casa em 1987 e devolveu a habitação antes de assumir funções na autarquia, ao jornalista e escritor Baptista Bastos (1997), no mandato de João Soares, à chefe de divisão da Câmara de Lisboa Isabel Soares (1990) e ao director de departamento da Câmara de Lisboa José Bastos (1990), ambos no mandato de Jorge Sampaio.

Dos casos apontados como susceptíveis de apresentar indícios de abuso de poder noutros mandatos, existem dois em que quem recebeu a casa ainda a mantém, como é o caso de José Bastos, Isabel Soares, Baptista Bastos e Rui Seabra (antigo seleccionador nacional). "

O antigo autarca da capital e ex-Presidente da República acrescentou muito o espantar que o Ministério Público (MP) se "pronuncie, agora, inutilmente, sobre factos de há mais de 13 anos".

In Lusa


Toda a gente sabe que em Portugal se vive do "favorzinho" e que muitos enriqueceram à custa de um sistema que sobreviveu ao Estado Novo.Se para o Dr. Jorge Sampaio é inutil que se saiba que houve "corrupçõezinhas" há muito tempo, já para nós é util que estes casos venham a lume. Quem não deve não teme diz o ditado e em tempo de votos é claro que todas as "armas" são utilizadas quer à esquerda quer à direita.
Com estas leis é natural que só ao fim de 13 anos,depois de bem prescritos os processos,as corruptelas venham a lume. Depois só há uma coisa a fazer processar pelo ataque ao bom nome dos santinhos.

domingo, maio 31, 2009

Chamem-lhe Toino !


"Como é que viu esta pequena polémica sobre o pseudo imposto europeu?

Estupefacto, para lhe dizer a verdade. Primeiro, com a sensação do déjà-vu. Portugal está a tornar-se cada vez mais um País freudiano. Porque as pessoas já não se lembram, mas o imposto europeu foi introduzido numa campanha eleitoral para o PE em 1999, por Mário Soares! Façamos apelo à memória! E aí foi discutido!

Soares depois recuou, naquilo que dizia sobre o imposto europeu.

Mas aí foi discutido! Foi muito interessante essa discussão de 99, porque Pacheco Pereira, que era na altura o cabeça-de-lista do PSD, não respondeu à proposta de Mário Soares como respondem agora, dizendo que Vital Moreira fala no imposto europeu porque existe o projecto escondido e perverso de aumentar os impostos em Portugal. Por amor de Deus, isso é ridículo! Esse argumento desqualifica quem o dá! Na altura, Pacheco Pereira argumentou contra o imposto europeu em nome das questões europeias e em nome dos interesses nacionais no contexto europeu - é esse o debate que vale a pena fazer! Interessa a Portugal, que é um País beneficiário dos fundos estruturais, haver ou não haver um imposto europeu? E que imposto europeu? Porque há muitas maneiras de falar do imposto europeu - Vital Moreira falou de uma questão muito específica e própria, que é um imposto sobre transacções financeiras, no fundo, uma espécie de adaptação da 'taxa Tobin' ao espaço europeu. Quando estive na Comissão, mandámos fazer um estudo sobre essa matéria e chegámos à conclusão de que, além de o próprio Tobin, antes de morrer, ter explicado que as interpretações que se faziam da taxa não eram legítimas, chegámos à conclusão de que uma taxa Tobin no espaço europeu teria grandes limitações de aplicação prática se não fosse aplicada à escala global."

In DN

Dá para ver o que estes cavalheiros andaram a "negociar" desde que entramos para esta des-união!
Contem às pessoas que está na hora de pagar aquilo que nos foi dado em troca da nossa soberania!

quarta-feira, maio 27, 2009

Impostos Mundiais




O presidente do PS saiu em defesa da ideia de Vital Moreira de criar um impostos europeu, admitindo inclusivamente a necessidade e novos impostos mundiais.
"Eu até defendo impostos mundiais para problemas que se globalizaram. Se eu defendo impostos mundiais para problemas que se mundializaram, como poderia não defender impostos europeus à escala europeia", respondeu Almeida Santos aos jornalistas a meio de uma acção de campanha do PS para o Parlamento Europeu em Seia.
O presidente do PS frisou ser "favorável a uma nova ordem fiscal mundial e europeia" e secundarizou um eventual aumento da carga fiscal.
"Há problemas que se globalizaram e que não têm solução nacional. Se há problemas que têm incidência europeia, então podem ser resolvidos com um imposto a nível europeu"

In JN


Conforme directrizes da UE tudo se encaminha para que os povos da União venham a pagar impostos à escala europeia. Este cavalheiro, para não lhe chamar outra coisa, vem
pregar em nome da nova ordem mundial que temos que pagar as crises existentes e vindoras.Temos que responder a esta escumalha macónica sem escrúpulos.Temos que lhes mostrar que não queremos esta União de Bildbergs.

domingo, maio 24, 2009

O "Mariazinha" faz 3 anos



Já lá vão 3 anos e tem sido uma maravilhosa aventura blogosférica.
O que a príncipo seria um espaço de desafos,passou a ser o espaço de intervenção de uma mulher que é portuguesa,trabalhadora e que se chama Maria.Através deste blogue tenho conhecido gente fantastica, uns com quem me indentifico outros nem por isso.
Tenho aprendido o quanto enriquecedora é a diversidade de opiniões, a liberdade de opinião sem cartilhas ou amarras. A liberdade é o bem mais precioso que um ser humano pode ter.
Quero agradecer a todos que visitam o "Mariazinha" em especial ao Marreta pela força e paciência, ao Ferroadas por ter sido o primero a comentar este blogue e a todos os outro que partilham as suas ideias através dos comentários diários.

quarta-feira, maio 20, 2009

Valerie



Gosto da Amy, pronto!!!

segunda-feira, maio 18, 2009

Petições


A Petição pela verdade desportiva tem 11.904 assinaturas enquanto a petição pela proíbição dos despedimentos tem 50 assinaturas !


É bem revelador das prioridades dos Portugueses.


domingo, maio 17, 2009

O mistério do Cristo-Rei




Sabem porque é que o Cristo-Rei não tem pila?

Porque houve um gajo do Pragal que roubou um saco de cimento!

Sandro G e o crack na cozinha



From Rabo de Peixe
Dig it men!

sexta-feira, maio 15, 2009

UE ou a nova ordem mundial




Comissão Europeia:

Os comissários europeus exercem as suas funções com total independência em relação aos países de onde provêem, não aceitando nenhuma instrução de qualquer governo ou entidade (Art. 157)

Conselho Europeu:

As suas deliberações podem exigir uma maioria qualificada e os votos de cada um dos estados-membros tem uma ponderação diferente, consoante o número de habitantes ( é assim que 4 países "grandes" - Alemanha,França,itália e Reino Unido - podem bloquear um deliberação, enquanto serão necessários 13 países "pequenos" para o mesmo efeito)

De qualquer modo, as suas decisões e resoluções são sempre balizadas e condicionadas pelo o conteúdo dos tratados, onde a essência é "a concorrência livre e não falseada" visando transformar a UE num espaço único de comércio livre.E quem é responsável por balizar e condicional a actuação do Conselho (tal como as reuniões globais ou sectoriais entre ministros dos Estados-membros) é a Comissão Europeia.
Esta comissão evoca o Art. 104 do Tratado de Maastricht - que proíbe os défices públicos excessivos- para impor a redução arbitária dos déficies, de acordo com o "Pacto de estabilidade e
crescimento. Os governos têm que aceitar estes ditames,compremetendo-se com Orçamentos de Estado em cada país assentes sobre "reformas" para reduzir as funções sociais do Estado e aumentar as receitas através dos impostos.
As decisões das "Cimeiras" da UE ou dos "Conselhos de ministros europeus" são, ainda, completamente subordinadas às imposições do Banco Cental Europeu (completamente independente dos Estados)
Este é o unico órgão da UE onde os Estados aderentes têm, formalmente, poder. Mas, afinal que
poder é este, de acordo com o quadro estipulado pelos Tratados?
A UE constitui a perda completa da soberania de cada Estado.

Banco Central Europeu:

O Banco Central Europeu posui personalidade jurídica. Ser-lhe-á atribuida competência exclusiva para autorizar a emissão do Euro. Será independente no exercicio das suas competências e na gestão das suas finanças. As intituiões, orgãos e organismos da União e os Governos dos Estados-membros respeitaram esta independência. Isto é , o BCE não poderá aceitar intruções de nenhum organismo da Comunidade Europeia.
O papel do BCE ainda sairá mais reforçado se o "Tratado de Lisboa" entar em vigor, tendo como objectivo cental "controlar" a inflação. Daqui decorre, em linha recta , a sua submissão aos mercados financeiros, aos interesses das multinacionais e, em ultima instância,ao mais poderoso dos imperialismos:
Os Estados Unidos da América.
Temos a experiência das subidas das taxas de juros e a subida do valor do Euro em relação ao dolar,durante meses e meses a fio, da canalização de somas dos Bancos centrais de cada país da UE-por decisão do BCE-para os bancos dos EUA a fim de tentar "aguentar" a situação de crise nos EUA.
Dizia-se, nessa altura, que cada subida de 1% no valor do Euro em relação ao Dolar tinha como consequência a destruição de uma dezena de milhar de postos de trabalho na Europa.
Apesar de todo este processo de deindustrialização e empobrecimento dos povos europeus- imposto pela UE, para aguentar a falência das bases do imperialismo dos EUA- a crise rebentou e não faz senão acentuar-se. Os capitais continuam a ser canalizados para defender os banqueiros e especuladores, tal como foi aprovado na última cimeira G20.

Tribunal de Justiça da União Europeia:

Este orgão penaliza os Estados-membros que não cumprirem as Directivas da UE, apoiando-se
nas disposições dos Tratados em vigor.
Temos em Portugal um exemplo de uma pesada sentença, proferida pelo TEJ - a seguir a uma queixa da Comissão Europeia- por o nosso país ainda não ter liberalizado por completo a Galp, a Edp e a Telecom.

In RUE


É a esta Europa que querem pertencer?
Eu não quero pertencer a esta Europa que só protege o grande capital e que destroi a passos largos a economia do meu país.
Informem-se, não fiquem à espera que decisam por vós.
A UE não é o eldorado que nos pintam.