Vamos

domingo, junho 21, 2009

Tony és o maior !



É disto que o meu povo gosta !

Estás em grande Tony, se o engenheiro fosse esperto contratava-te para a abertura dos seus comícios.
Foram 300 autocarros a caminho de Lisboa. O povinho adora-te e faz centenas de quilometros, debaixo de uma canicula, só para te ouvir cantar. O nosso povinho vem para pôr o teu nome no livro dos recordes e ao mesmo tempo esquece-se que as reformas e os ordenados que ganham tambem são dignas de tal livro pelos piores motivos. Mas pelo Tony faz-se tudo, só é pena não ser Agosto se não haveriam de ser mais de 600 autocarros cheios de povinho.
Por vezes tenho ganas de fugir, de sair daqui só para não ver tanto obscurantismo.
Chamem-me o que quizerem, somos um povo atrasado, que facilmente se deixa enganar e que deixa que os Srs. Doutores decidam por eles.

Viva o Tony Carreira, viva o Guiness e venha cada vez mais do mesmo, nós merecemos!

8 comentários:

Isabel Pedrosa Pires disse...

Viva o Tony e o Picnicão do Modelo.

Kaotica disse...

Infelizmente tenho mesmo que concordar contigo, Mariazinha!

Já o mestre Almada Negreiros dizia: "os burgueses de Portugal têm de pior que os outros o serem portugueses!"

Mas com a "coltura" que lhe é dada como pode o povo português ter bom gosto. O bom gosto cultiva-se, ou seja leva o seu tempo até produzir efeitos. Estamos a colher os frutos da contracultura que se apoderou do regime desde que entrámos na era do alterne!

Um abraço

Marreta disse...

Meu rico Dino Meira! E eu que julgava que era difícil aparecer algo pior do que Graciano Saga e Marco Paulo.

Saudações pimba do Marreta.

mescalero disse...

Pelo menos soube escolher bem as músicas que gamou. Mas até isso tem pouca importância. O que conta mesmo é o fenómeno, o acontecimento, a marca. E o Tony é uma marca valiosa.

Ferroadas disse...

A pior música é a que o Belmiro deu ao pessoal, goste-se ou não dos tipos (Belmiro e Carreira) (eu não gosto de nenhum) os ditos sabem-na toda. E o povo, tal como dizes, gosta é de festanças.

BJS

Pata Negra disse...

Que o Socrátes não seja o Tony Carreira da política! Não porque não lhe falte o perfil mas porque teremos de o ouvir - o Tony Carreira só o ouve quem quer!
Eu sou mais pelo Pika Ferreira, o verdadeiro Paulo Portas da música pimba.
Um abraço deste país

Zorze disse...

Mariazinha,

Tony é Tony. Também funciona como medida de escala do avanço civilizacional de um povo.

Mas, como o Marreta trás Dino Meira, eu trago Nel Monteiro, Clemente e o pequeno Saúl. O do bacalhau que cheira a alho.

Portugal é um País do arco-da-velha.

Beijos,
Zorze

O Pinoka disse...

Tens de concordar que foi um golpe de marketing brutal dado pelo Modelo.
Beijocas