Vamos

segunda-feira, março 09, 2009

A Santa Roubalheira



"O País vai mal… É verdade! Não há dinheiro, dizem…Já agora, talvez seja bom saber o nível de vida que têm alguns daqueles que pedem sacrifícios ao povo Português e, como acontecem algumas coisitas sem importância (digo eu).

A Hipocrisia dos nossos governantes, não tem vergonha nem limites…

E isto é apenas uma gotinha no Oceano chamado Portugal!

País democrático à beira mar plantado.

Vamos dar uma vista de olhos, muito ao de leve:Aníbal Cavaco Silva - Actualmente recebe três pensões pagas pelo Estado;

A) 4.152 euros – Banco de Portugal

B) 2.328 euros – Universidade Nova de Lisboa

C) 2.876 euros – Por ter sido Primeiro Ministro

A estes valores ainda se soma o ordenado de P.R. e ás reformas que tem, vai ganhar mais uma de P.R. (nada de especial, digo eu).

Vítor Constâncio - Governador do Banco de Portugal, ganha 272.628 € por ano, ou seja quase 3.894 contos mensais, 14 meses/ano.

Vítor Rodrigues Pessoa - Banco de Portugal, ganha 276.983€ por ano, 14 meses/ano, que acumula uma reforma adicional de 39.101€/ano que totaliza 316.084€/ano.
Há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de reforma (mesmo que não tenham 60 anos).
Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos.
Entre os ilustres reformados do Parlamento estão figuras como:

Almeida Santos--------------4.400€
Medeiros Ferreira-----------2.800€
Manuela Aguiar------------- 2.800€

Pedro Roseta----------------2.800€

Helena Roseta---------------2.800€

Narana Coissoró-------------2.800€

Álvaro Barreto--------------3.500€

Vieira de Castro-------------2.800€

Leonor Beleza---------------2.200€

Isabel Castro----------------2.200€

José Leitão------------------2.400€

Artur Penedos---------------1.800€

Bagão Félix------------------1.800€

Quanto aos Juízes apenas vou referir os (alguns), privilégios dos nossos magistrados:

1) Recebem um subsídio de renda de casa no valor de 700€ mensais (mesmo que residam em casa própria).
Se forem casados(as) com outro magistrado(a) recebe cada um deles o mesmo subsídio (logo 1.400€).
A situação atinge mesmo o absurdo, quando os magistrados aposentados ou jubilados, incorporam esse subsídio nas suas reformas (!?), nas mesmas condições dos que se encontram no activo. Mais ainda, o subsídio dos magistrados está isento de IRS.
Será possível que alguém possa auferir uma remuneração permanente, que entre no cálculo da reforma, mas que esteja isenta de IRS ?????.
2) Os magistrados do Supremo Tribunal Administrativo, do Supremo Tribunal de Justiça e do Tribunal Constitucional que residam fora da área da grande Lisboa, recebem ajudas de custo por se deslocarem para o seu local de trabalho. Mais incompreensível é isto, quando todos sabemos que os magistrados usufruem de viagens totalmente gratuitas em todos os transportes públicos terrestres e fluviais, incluindo os comboios Alfa.

É esta a classe Política que tem a lata de pedir sacrifícios aos Portugueses para debelar a crise!!!!!!!!!!! "

Via Relaixo a quem agradeço desde já a contribuição!

9 comentários:

Ogre disse...

Porque não és uma Maria-vai-com-as-outras, foste adicionada. Espero que te sintas bem por cá.

Mariazinha disse...

Obrigado
É uma honra!

Beijokas da outra margem!

Relaixo disse...

É assim mesmo. Estas coisas são para ser divulgadas, quem gosta gosta (se calhar tambem come), quem não gosta divulga e manifesta a indignação . Já agora fica a saber que qualquer dia faço um post com a gota completa, e aí vais mesmo ficar com a revolta tuda revoltada. OBS. Permite-me uma pergunta daquelas à Relaixo; O comentário do Ogre... Quer dizer básicamente o Quê???

Mariazinha disse...

O Ogre colocou o link do "Mariazinha" no blog dele.
É isso que quer dizer.
Ele tambem é boa gente.

Beijokas da Moirama!

Relaixo disse...

Desculpa, mas eu gosto de estar bem esclarecido. Não é por mal é uma questão de pricípios, detesto mal entendidos. Fixe, agora está tudo bem esquece Ok.

Compadre Alentejano disse...

Este é um país de chulos, proxenetas, políticos...são todos iguais...todos gostam de chular.
Abraço
Compadre Alentejano

ferroadas disse...

o pão que sobra à riqueza
dividido pela razão
matava a fome à pobreza
e ainda sobrava pão

in-António Aleixo

Pata Negra disse...

E não há ninguém que parta os cornos a estes cabrões?!
(José Vilhena)

PITOSGA disse...

E para os faroleiros? Nada! Vergonhoso.