Vamos

quinta-feira, junho 01, 2006


Num seminário realizado segunda-feira na Maia, a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, acusou as escolas de não estarem preocupadas com o sucesso escolar e de criarem turmas de bons alunos, que ficam com os melhores professores, e outras onde se concentram os alunos mais fracos e problemáticos, deixadas para os docentes mais novos e menos experientes.
Mafalda Afonso, professora de Filosofia e Psicologia na Escola Secundária Miguel Torga, em Massamá, diz-se revoltada com as acusações da ministra, que considera terem como «único objectivo degradar a imagem da classe junto da opinião pública, com a filosofia do dividir para reinar». in ( Diario Digital )

Eu quase que não acredito nisto !
Então a própria ministra vem à praça pública acusar os professores de maus profissionais?
Vem por em causa uma classe que se sacrifica em ensinar e a maior parte das vezes educar sem ter o dever para tal? Isto está mesmo a" bater no fundo" e com a cumplicidade de todos nós.

2 comentários:

Jotadias disse...

Bem bater no fundo já bateu, agora só falta quem consiga tira-lo de lá e neste particular só com outro 25 de Abril.

BJS

Emilia disse...

Sou professora há muitos, muitos anos, e nunca vi as coisas serem fáceis ou estarem todas bem, nesta área vital e complicada da Educação. Mas mal como estão agora...nunca tinha visto.Há coisas a mudar, sem dúvida, mas COM os professores, não CONTRA eles, como constantemente faz esta ministra.