Vamos

terça-feira, outubro 28, 2008

"Arranja-me um emprego"




Arranja-me um emprego
Arranja-me um emprego, pode ser na tua empresa, concerteza
Que eu dava conta do recado e pra ti era um sossego...

O PCP denunciou, esta sexta-feira, o «ordenado principesco» pago pela Câmara do Porto à irmã do vice-presidente da autarquia, considerando que se trata de uma «distribuição de benesses entre parceiros da coligação» que lidera o município, escreve a Lusa.
«Foi-se buscar alguém de fora, porque é irmã do vice-presidente da câmara e era preciso arranjar um tacho», disse o deputado municipal do PCP, Artur Ribeiro, considerando que «as empresas municipais, como não precisam de concurso, servem para meter lá os amigalhaços».

«É uma completa incoerência do presidente da Câmara do Porto, que procura criar uma imagem de austeridade, mas é fértil no pagamento a peso de ouro a pessoas de confiança», afirmou Belmiro Magalhães, responsável pela Organização da Cidade do Porto do PCP.
Em causa está a contratação de Raquel Castello-Branco, irmã do vice-presidente da autarquia, Álvaro Castello-Branco, que aufere uma avença mensal de 3.790 euros para assegurar a gestão do Teatro Municipal Rivoli.
Para o PCP, trata-se de uma «escandalosa situação», agravada pelo facto de Raquel Castello-Branco ter como competências, segundo Belmiro Magalhães, «gerir contratos, já que se sabe que a gestão da sala de espectáculos está cedida ao abrigo de um contrato de comodato».

«Não há, entre os quadros do município do Porto, nenhum funcionário com habilitações suficientes para cumprir esta tarefa, sem que tal implique um cêntimo de custos adicionais para o erário público?», questionou o dirigente comunista.

Ora aqui está mais outro de exemplo de como é bem gasto o dinheiro dos contribuintes!

Agora veja-se o aumento do ordenado minimo nacional para o ano de 2009 :
- 450,00€ !!!

Sr. Primeiro Ministro o seu governo é o maximo !


In- NoticiasIOL, Sergio Godinho e Artur Varatojo

5 comentários:

Pata Negra disse...

Dizes bem, mais outro exemplo. Os maus exemplos são tantos que ninguém toma os bons exemplos.
Um abraço exemplar

marreta disse...

Mas isso vai acontecendo um pouco por todo o lado, em qualquer ramo de actividade.
O compadrio é o maior cancro da nossa sociedade e o factor de maior atrofiamento da nossa economia e desenvolvimento social.
Saudações do Marreta.

Zorze disse...

Tens que ter fé.

Quando me sair o Euromilhões não te vou esquecer.

Beijos,
Zorze

Ana Camarra disse...

Mais uma....
Lindo, assim vai Portugal, uns vão bem e outros mal (cantava Fausto há quantos anos?)

beijos

Anónimo disse...

a cunha e o emprego infelizmente ainda são quase inseparaveis em Portugal