Vamos

quinta-feira, setembro 28, 2006











Descubra as diferenças!


"O primeiro-ministro, José Sócrates, encontrou-se ontem de manhã em Lisboa com o presidente venezuelano, Hugo Chávez, com quem debateu o reforço das relações bilaterais, tendo ainda trocado impressões sobre a situação internacional, informou fonte do gabinete do chefe do governo.

Tendo sido informado da passagem de Hugo Chávez por Lisboa, em trânsito, o primeiro-ministro português manifestou a vontade de aproveitar esse momento para o encontrar, desejo que se concretizou ontem de manhã, na sala VIP do aeroporto de Lisboa, entre as 10:00 horas e as 11:45, segundo confirmou à Lusa fonte do gabinete do primeiro-ministro. "

In Jornal da Madeira

Será que o Socrates já se esqueceu que foi ele que fez questão em encontrar-se com Chávez?

Será que o patrocínio de uma guerra, que levou a morte de milhares de seres humanos, não foi bem mais grave?

A que ridículo chegou este primeiro ministro, primeiro vai ter com o homem ao aeroporto e agora não quer ser visto em fotografias com o mesmo.

10 comentários:

Kaos disse...

Também não entendi a importancia que deram à noticia. Quantas vezes vemos nas campanhas eleitorais prospectos a mostrar as relações internacionais dos candidatos. O governo vir mostrar-se ofendido foi só mais uma manifestação do nosso saloismo.
bjos e bfs

Pete disse...

Esses estão bem um para o outro, são ambos da mesma laia.

Beijinhos e bom fim-de-semana.

Barão da Tróia II disse...

Nem ligo a isso, é demasiado triste. Bom fim de semana.

Miguel disse...

O silêncio de Sócrates e do seu Governo é mais que esclarecedor ...!

BOM FDS!
Bjks da Matilde

CORCUNDA disse...

Bem, provavelmente terá medo de se compremeter com algo. Eu até desconfio o que será...

ROADRUNNER disse...

O homem não se define e anda para ali a bambolear na corda bamba. Saudações!

Sofia disse...

Cada dia me decepciono mais com aqueles que supostamente dirigem as nações.
Abraços,

jotadias disse...

Como dizia um amigo, este partido e estes socialistas "nem são carne nem peixe" não são nada, digo eu.

Se o PS é um partido de esquerda como apregoa, então qual o mal de o seu líder se associar a uma campanha eleitoral de outro homem de esquerda.

Só que este PS e o seu líder não o são, ora o "amigo" americano disse:
o quê? dar a cara por esse comunista, ou mandam tirar essa merda ou então a torneira fecha-se e depois vão vender os texteis que lhes restam prá China.

Estes socialistas têm medo de ser de esquerda. Aliás nunca o foram.

Abraço

candidoalves disse...

Sou militante socialista há 28 anos. Cada dia que passa, a tristeza e a vergonha que sinto pelos "socialistas" que nos governam é maior. Estou FARTO deste país, dos políticos e dos partidos.
Fiquem todos bem, que eu se poder vou naturalizar-me espanhol. Ai minha linda Galiza que não vejo a reforma chegar para te abraçar em definitivo.

Eduardo Leal disse...

Bom... eu até acho que o governo Português tenha feito grande alarido.
De facto, a questão ficou-se por uma conversa com o embaixador.
O Hugo Chavez, que no devido contexto internacional e na conjuntura actual, até admiro bem que podia ter pedido licença.

De qualquer forma, mais grave é dar acolhimento aos bandidos que decidiram iniciar uma guerra interminável.
Durão deu-lhes uma sala de reuniões, e comidinha para encherem o bandulho. Isso sim é empenhamento!